AMIGOS DA CURA

TROCA DE INFORMAÇÕES A FAVOR DA VIDA

ANDRE FERNANDO
  • Masculino
  • RIB PRETO SAO PAULO
  • Brasil
Compartilhar no Facebook

Amigos de ANDRE FERNANDO

  • Gi Lima
  • Lena Rodriguez
  • Simone maria motta godoy
  • Joao Maurilio Campos Correa
  • Maria
  • Mariana Azeredo
  • Pasa - Dirceu Antonio
 

Página de ANDRE FERNANDO

Informações do Perfil

Sexo
MASCULINO

PRATA COLOIDAL VIRICIDA DO FUTURO

Prata Coloidal

Em 1910, o Dr. Henry Crooks, pioneiro da Química descrevia : “Certos metais, quando no estado coloidal, têm uma ação altamente germicida, mas são inócuos ao homem ... podem ser aplicados em forma mais concentrada e com resultados melhores ... tuberculose bronquial, Stafilococcus pyogenes, vários Streptococcus e outros organismos patogênicos são destruídos em três ou quatro minutos ; de fato, não existe micróbio que não tenha sido morto pelos colóides em experiências de laboratório, em seis minutos e a concentração do colóide não supera vinte e cinco partes por milhão ...”.

Muito mais tarde, em 1970, a Prata coloidal voltou a ser valiosa. Pesquisas biomédicas, na Washington University in St. Louis, Missouri, E.U.A., mostraram que nenhum organismo causador de doenças - micróbio, vírus ou fungo - pode viver mais que alguns minutos em presença, mesmo de traços, de Prata metálica. Um antibiótico mata, talvez, meia dúzia de organismos patogênicos diferentes, mas a Prata coloidal mata seiscentos e cinqüenta e, o que é mais importante, não se desenvolvem linhagens resistentes à Prata, como acontece com os antibióticos.

O termo “colóide” refere-se a substâncias em estado de partículas ultrafinas que não se dissolvem, mas permanecem em suspensão dispersa num meio contínuo. Essas partículas ultrafinas são formadas por alguns átomos ou moléculas do material original, mas são tão pequenas que resultam invisíveis a olho nu.

A solução coloidal de Prata corretamente produzida consta de três a cinco partes por milhão de partículas sub-microscópicas de Prata, mantidas em suspensão em água pura por uma pequeníssima carga elétrica que cada partícula possui.

Algumas maneiras de usar a Prata Coloidal

A solução pode ser adicionada à bebida quando se está viajando ou acampando. O colóide usado em pequenas feridas cicatriza-as rapidamente, sem deixar marcas. Esteriliza, com segurança, desde escovas de dentes, até instrumentos cirúrgicos. Pode-se fazer uso tópico em cortes, feridas, abrasões, rachaduras, queimaduras solares, cortes de barbear, bandagens. Pulverize sobre o lixo para prevenir odores de putrefação. Umedeça esponjas de cozinha, toalhas e bordas cortantes para eliminar E. coli e Salmonella, que poderiam envenenar alimentos, originar inflamações gastro-intestinais e infecções genito-urinárias.

Adicione-a à água do banho, gargareje, faça irrigações do cólon, pulverizações nasais e soluções para qualquer água de limpeza de dentes. Corta, dramaticamente, a duração dos resfriados,h1n1, coriza, pneumonia, infecções de Stafilococcus e Streptococcus, infecções respiratórias e viroses da sinusite, além de coceiras na pele, infecções nos olhos e dos ouvidos. Algumas verrugas ou papilas desaparecem, quando se borrifa a Prata coloidal sobre o corpo, após o banho. Use contra fungos nas unhas das mãos, dos pés e das orelhas.

Neutralize a deterioração dos dentes e do mau hálito. O colóide destrói a halitose, eliminando as bactérias no fundo da garganta e na parte de trás da língua. Ao contrário dos antibióticos farmacêuticos, a Prata coloidal nunca permite que se formem castas de germes patogênicos resistentes. Coloque algumas gotas em band-aids ou bandagens para reduzir o tempo de cura.

Embora a Prata Coloidal tenha sido proibida pelo FDA americano em 1999 para venda sem prescrição médica, ela ainda pode ser vendida como “suplemento dietético” desde que não haja nenhuma alegação de promoção de saúde.

É interessante notar que existe um único caso de “Argiria” (Descoloração acizentada permanente da pele, conjuntiva e órgãos internos resultante da utilização contínua de sais de prata) relatado nos EUA: um homem de 56 anos de idade que desenvolveu argiria enquanto estava usado um produto de prata coloidal. O homem, que vendia e usava prata coloidal por três anos, desenvolveu descoloração azul/cinza de suas unhas acompanhado por um nível bastante alto de prata no sangue. [7]

Enquanto que os antibióticos e outros medicamentos alopáticos aprovados pelo FDA provocam efeitos colaterais e causam a morte de milhares de americanos por ano:

“A morbidade e a mortalidade relacionadas aos medicamentos alopáticos têm sido estimadas como custando mais que U$ 136 bilhões por ano nos EUA. Esta estimativa é maior que o custo total dos cuidados cardiovasculares ou do diabetes nos EUA. O maior componente destes custos são os efeitos colaterais dos medicamentos alopáticos (ECMAs). Além disso, os ECMAs podem ser considerados os responsáveis por mais de 140.000 mortes anualmente nos EUA. Há mais de duas décadas atrás, um trabalho executado pelo Projeto Colaborativo de Vigilância de Medicamentos alopáticos de Boston estimou que aproximadamente 30% dos pacientes hospitalizados experimentaram efeitos colaterais atribuíveis aos medicamentos alopáticos e que entre 3% a 28% de todas as admissões hospitalares estavam relacionadas com ECMAs. Além disso, ECMAs fatais eram esperados em aproximadamente 0,31% dos pacientes hospitalizados nos EUA.

Os principais medicamentos alopáticos causadoras foram morfina, digoxina, meperidine, oxycodone e acetaminofem, imipenem, cefazolina, warfarina, e vancomicina. Os tipos principais de ECMA foram prurido, naúseas/vômitos, erupções cutâneas, tonturas, febre, insuficiência renal, confusão, e arritmia.[8]

Ozonioterapia: A aplicação do uso médico do ozônio está entre as terapias bioxidativas, como a mais promissora pelo seu baixo custo de investimento e manutenão, facilidade de aplicação e resultados clínicos.

Descoberto no séc. XIX, ele tem sua aplicação com eficácia clínica comprovada desde a 1ª. Guerra Mundial. Desenvolveu-se na Alemanha e países europeus sendo que seu grande avanço de utilização foi na Rússia e em Cuba. Recentes avanços nos estudos da intimidade bioquímica, imunológica e microbiológica colocam este recurso como uma importante alternativa em uma série de condições clínicas como úlceras, patologias oftalmológicas neuro-vasculares, infecções virais, bacterianas e fúngicas, doenças vasculares, articulares, digestivas e imunológicas.

Sua utilização é reconhecida na Alemanha e em outros países europeus. Cuba conta com 35 Centros Clínicos de Ozonioterapia e na Rússia é utilizada em todos os Hospitais Governamentais. É um recurso terapêutico que em muito contribuiria para a melhora da qualidade de vida, e resolução clínica de um grande número de pacientes do SUS atingidos por estas úlceras e outras patologias.
É isto ai eu uso prata coloidal e não sei o que é gripe infecção ou quaisquer viroses que possam danar o nosso organismo;;;

Blog de ANDRE FERNANDO

Fatos e falacias sobre colesterol vale a pena ler !!

Postado em 8 setembro 2011 às 9:40 3 Comentários



Interessante... Depoimento de um cirurgião cardiovascular

 

"O que está lhe matando não é o colesterol, são as inflamações nas…

Continuar

Caixa de Recados (6 comentários)

Você precisa ser um membro de AMIGOS DA CURA para adicionar comentários!

Entrar em AMIGOS DA CURA

Às 21:22 em 8 agosto 2017, walter hebert hune da silva disse...
boa noite Andre , onde consigo a prata coloidal e como faço uso dela
Às 21:29 em 16 março 2014, gladstone duarte disse...

Olá Andrè

Boa noite. Meu nome é Gladsstone. Moro em Santos.

Pergunto ao amigo, se ele faz esses aparelho de electroterapia do sangue, para vender. Estou interessado  mas não saberia como fazê-lo.É possível pelo menos, enviar o esquema, dessa forma eu pediria a uma pessoa especializada executá-lo para mim. Escreva-me :-  splendor_sky_eyes@yahoo.com.br

Às 19:10 em 24 agosto 2011, Manuel Jesus disse...

Ola aqui desde Portugal.

Gostaria de saber qual o aparelho de electroterapia do fluxo sanguíneo , que o amigo usa, se fosse viável o envio do esquema tecnico agradecia.

Pessoalmente tambem tenho construido alguns aparelhos para magnetoterapia, em kit da revista italiana nuova electronica com bastante sucesso.

Obrigado.

Manuel Jesus

mojesus@pedradaciencia.com

 

Às 12:37 em 15 agosto 2011, Mariana Azeredo disse...

Olá, Andre Fernando!

Obrigada pelo convite, mensagens e conversas! O Sr tem sido de mta humanidade.

Bacana o seu material sobre prata coloidal... gostaria de saber mais a respeito. Mas, no momento, minha busca ainda é a AH. Tá difícil encontrar alguém, viu, meu amigo?! Tomara o Sr possa me ajudar nesse sentido...

Um abraço e tudo de bom!

Mariana.

Às 17:17 em 4 fevereiro 2011, Maurecir Mafra disse...
Às 0:50 em 30 julho 2010, Maurecir Mafra disse...
Grande Honra ter a sua participação nesta Rede Social, seja Bem Vindo convide seus amigos/as à integrar comece clicando abaixo e leia o incrivel depoimento
http://amigosdacura.ning.com/profiles/blogs/iniciar-aqui-questions-start
 
 
 

Visitantes online

Colaboradores

.

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

© 2017   Criado por Maurecir Mafra.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço