AMIGOS DA CURA

TROCA DE INFORMAÇÕES A FAVOR DA VIDA

ATO FINAL DO CIRCO - CFM PRONTO PARA TOMAR O DIPLOMA DO DR. LUIZ MOURA POR DIVULGAR A AUTO-HEMOTERAPIA

ATO FINAL DO CIRCO

CFM PRONTO PARA TOMAR O DIPLOMA DO Médico Brasileiro DR. LUIZ

MOURA POR DIVULGAR A AUTO-HEMOTERAPIA

O dr. Luiz Moura, médico de 85 anos, que exerce a medicina há 60 anos, pode ter seu diploma cassado por ter dado entrevista explicado como
funciona a auto-hemoterapia, técnica que aumenta a imunidade do
organismo em quatro vezes. O dr. Moura será julgado em processo
"Ético-Profissional" no Conselho Federal de Medicina (CFM), do Brasil em Brasília,
no dia 13 de agosto de 2010, com início às 9 horas.

O dr. Luiz Moura é o médico mais conhecido do Brasil, e sua conduta profissional é irrepreensível, assinalam muitos dos seus pacientes nos
fóruns de discussão sobre auto-hemoterapia. Mas o CFM está preparando o
ato final do circo criado para a cassação do seu diploma, como asseguram
muitos auto-hemoterápicos.

A audiência seria realizada no início deste ano, mas foi suspensa “para aguardar a juntada de um novo Processo de igual monta, do município de
Campos, no Rio de Janeiro, isto com o objetivo de fazer-se uma só
audiência”, explica o advogado do dr. Luiz Moura, Ronaldo da Silva
Brandão, do Rio de Janeiro.

Para aplicar a auto-hemoterapia basta uma seringa de aplicar injeção e material de higiene. Os procedimentos para aplicação são extremamente
simples. O aumento da imunidade em quatro vezes é obtido em oito horas, e
o tratamento cura um sem número de doenças, que vão de simples viroses,
a cânceres e doenças degenerativas, como Alzheimer e Parkinson, segundo
relatos em fóruns de discussão na internet, reportagens e na literatura
médica.

Nos fóruns de discussão são freqüentes apelos desesperados por indicação de aplicadores de auto-hemoterapia, considerando proibições, tão
estúpidas quanto a do CFM, realizadas pelos Conselhos Federais de
Enfermagem (Cofen) e Farmácia (CFF). Mas também são publicados milhares
de agradecimentos ao dr. Luiz Moura de pessoas curadas de doenças
crônicas ou consideradas incuráveis, que as atormentavam, muitas por
anos seguidos.

O CFM diz em parecer solicitado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que não há respaldo científico para a
auto-hemoterapia. Diferentemente do que afirma o CFM, em 08/07/2010 http://books.google.com.br/
lista 10.630 livros sobre a técnica em português (auto-hemoterapia),
espanhol (autohemoterapia), francês (auto-hémothérapie), inglês
(autohemotherapy), alemão (eigenbluttherapie), e italiano
(autoemoterapia). Os trabalhos científicos respaldam a técnica e não há
referência a efeitos colaterais no emprego da auto-hemoterapia.

Entre os livros, muitos recentes: “Praxis der Eigenbluttherapie”, de Harald Krebs, 166 páginas, foi publicado em 2007. Já “The
Autohemotherapy Reference Manual: The Definitive Guide and Historical
Review”, de S. H. Shakman, 200 páginas, foi editado em 1998. A versão em
português deste livro foi editada no dia cinco de julho de 2010, e
custa 29.95 dólares americanos, na versão impressa, e 9.99 dólares,
versão online.

O CFM decidirá sobre a cassação do registro profissional do dr. Luiz Moura a partir de processo que começou no Conselho Regional de Medicina
do Rio de Janeiro (Cremerj). Embora tivesse declarado dr. Moura inocente
em processo sobre a difusão da auto-hemoterapia em 2006, o Cremerj o
condenou em dezembro de 2007. O novo processo foi aberto após a
manifestação do CFM à Anvisa. A condenação foi vista como uma forma de
intimidar os médicos, para que evitem prescrever o uso da
auto-hemoterapia.

Para condenar o médico, o CREMERJ indeferiu requerimentos para ouvir testemunhos de usuários da auto-hemoterapia. Os depoimentos eram bem
documentados, segundo destaca o advogado Ronaldo Brandão. A decisão do
CFM pode ser pela cassação definitiva do registro do médico. Esta medida
atenderá a parte dos médicos que temem perder clientela com o uso
generalizado da auto-hemoterapia e das curas dele decorrentes. Mas
beneficiará principalmente os laboratórios farmacêuticos transnacionais,
que tem no Brasil grande fonte de lucro.

Contudo, o advogado Ronaldo Brandão mantém a esperança de que o CFM não casse o diploma do dr. Luiz Moura e, ainda, que “libere o uso da
auto-hemoterapia junto ao INSS”. Caso o CFM mantenha a cassação, o
médico poderá recorrer à Justiça para manter o direito de exercer a
profissão para o qual foi formado e pratica há 60 anos. E para continuar
o cumprimento do dever de informar sobre o seu conhecimento científico e
o que isto representa para a saúde da pessoa e da coletividade, como é
assegurado pela Constituição Federal.

Comentar
Ubervalter Coimbra
60 anos - Vitória - ES

Exibições: 170

Comentar

Você precisa ser um membro de AMIGOS DA CURA para adicionar comentários!

Entrar em AMIGOS DA CURA

Comentário de Diva Gomes de Sá em 12 agosto 2010 às 16:59
Que Deus ajude o Dr Luiz Moura evite esse ultraje que é a cassação do seu crm
E logo teremos a auto-hemoterapia na saude publica .
Comentário de Diva Gomes de Sá em 28 julho 2010 às 18:58
Querer nem sempre e poder , temos que manter o otimismo [ fé] que será de grande ajuda na absolvição do dr Luiz Moura
Comentário de M.Cunha em 27 julho 2010 às 22:55
É UM ABSURDO DO CFM... DEIXA O DR. LUIZ MOURA SALVAR VIDAS....
QUE DEUS O PROTEJA DESSA GENTE.

Visitantes online

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Últimas atividades

© 2018   Criado por Maurecir Mafra.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço