AMIGOS DA CURA

TROCA DE INFORMAÇÕES A FAVOR DA VIDA

TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA (TAG)

TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA (TAG)

   

           

 

A presença de Transtorno de Ansiedade na infância tem sido implicada como a única categoria nosográfica que restrospectivamente pode predizer a presença de Transtorno depressivo em adultos.

Kesler, 1998

  

 

 

O tamanho da amígdala medida por ressonância magnética mostrou-se maior em crianças com transtorno de ansiedade generalizada quando comparadas a um grupo-controle.

De Bellis, 2000

 

 

 

Etiologia

Fatores Biológicos

Fatores Psicossociais

 

 

Quadro Clínico

  •  Preocupação excessiva em relação a qualidade de seu desempenho ou competência na escola. 
  • Preocupação irrealista acerca de sua competência na escola. 
  • Preocupação exagerada com o seu futuro. 
  • Preocupa-se a todo tempo sobre o que falou, pois tem receio de ter falado algo inadequado e ser reprovado pelos colegas. 
  • Necessidade constante de reasseguramento. 
  • Dificuldade de iniciar o sono e/ou acorda muito cedo. 
  • Incapacidade de relaxar. 
  • Freqüentes queixas somáticas ( cefaléia, dores gástricas, náuseas e vômitos ).
  • Hipotenacidade e Hipervigilância.

 

 

 

 

Geralmente apresenta-se mais em adultos, já em crianças em transtornos que tenham excesso de ansiedade, como o TAG do DSM-IV.

 

 

 

 

 

Se houver três ou mais dos sintomas: Inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele, Fatigabilidade, Dificuldade em concentrar-se ou “branco” na mente, Irritabilidade, Tensão Muscular, Perturbação do sono.

         

 

                               

                                           TAG – DSM IV

  • Ansiedade e preocupação excessiva por pelo menos 2 semanas
  • O indivíduo considera difícil controlar a preocupação
  • Não ser comorbidade
  • Causam sofrimento físico e funcional
  • Não ser devido à substâncias ou doenças médicas

 

Na maioria dos casos costumam sentir preocupações excessivas e irrealistas acerca de:

Competência, Aprovação, Conveniência do comportamento passado e quanto ao futuro.

 

Em crianças:

Incapacidade de relaxar, muitas queixas somáticas ( pelo menos num período de 6 meses).

 

Prevalência:

Ambos os sexos: 2,7 à 4,6% ( Costello, 1989 )

 

Risco maior em famílias de alto poder orientados para o sucesso.

Exibições: 801

Comentar

Você precisa ser um membro de AMIGOS DA CURA para adicionar comentários!

Entrar em AMIGOS DA CURA

Visitantes online

Colaborador

Últimas atividades

Marcela deixou um comentário para Marcela
6 horas atrás
Silvana comentaram na página Tudo sobre o PH de Maurecir Mafra no grupo PH Peróxido de Hidrogênio
Miniatura
7 horas atrás
Ícone do perfilrafael silva moro, Lidia Chagas, erica e mais 16 pessoas entraram em AMIGOS DA CURA
7 horas atrás
Nestor Scherer compartilhou o post do blog de Wagner em Facebook
8 horas atrás

© 2014   Criado por Maurecir Mafra.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço